A Ultrassonografia Obstétrica tem por finalidade sempre diagnosticar e acompanhar as várias fases da gestação, desde o 1º trimestre até o último mês.
Pode ser simples, avaliando o tamanho, quantidade de líquido amniótico e posição do feto, ou mais detalhada conforme a fase da gestação (morfológica de 1º e 2º trimestres, com dopplerfluxometria, perfil biofísico).
Todos os nossos exames são enriquecidos em qualidade pela tecnologia tridimensional.

Clique abaixo para saber mais detalhes sobre os exames, bem como as fotos dos mesmos:

Obstétrica Inicial

Realizada preferencialmente via vaginal, pode demonstrar o saco gestacional e o embrião à partir de 5-6 semanas de gestação.
É importante para:
• confirmar a idade gestacional;
• comparar com a data da última menstruação e afastar o erro de data;
• afastar a possibilidade de gestação ectópica (fora do útero);
• verificar o número de embriões, e no caso de gemelar estabelecer o tipo de gestação gemelar (uma ou duas placentas) que vai ser muito importante na condução do pré-natal.


Morfológica 1º trimestre

Realizada entre 11 semanas e meia até 14 semanas.
É a melhor época para rastreamento de cromossomopatias (alterações genéticas como a Síndrome de Down por exemplo).
Além dos detalhes já observados na Obstétrica Inicial é realizada a medida da translucência nucal, observado o osso nasal e o ducto venoso, que são marcadores dessas doenças genéticas.
Também podemos fazer uma avaliação inicial da anatomia fetal, com possibilidade de diagnóstico de malformações maiores como a anencefalia.


Morfológica 2º trimestre

Realizada preferencialmente entre 20 e 24 semanas.
É um exame detalhado de toda a anatomia fetal.
Com equipamento de alta definição e profissional capacitado a grande maioria das malformações podem ser diagnosticadas nesta época (cerca de 85%).
Pode-se ainda acrescentar: Avaliação transvaginal do colo uterino: para rastreamento de parto prematuro; Dopplerfluxometria: para rastreamento de pré-eclampsia e restrição de crescimento intra-uterino graves.


Dopplerfluxometria

Pode ser adicionada a qualquer exame obstétrico, e tem por finalidade avaliar a circulação sanguínea, materna e fetal através das artérias uterinas, artérias umbilicais e artéria cerebral média fetal.
Através desses fluxos podem ser rastreado casos graves de pré-eclampsia antes mesmo dos primeiros sintomas aparecerem, avaliar o bem-estar fetal e indicar o momento certo do parto nos casos de restrição de fluxo. Também é muito importante no acompanhamento da gestação gemelar, onde pode ocorrer transfusão de um feto para outro.


Ultrassom 3D e 4D

É um exame obstétrico tradicional realizado com a tecnologia tridimensional direcionado para conseguir imagens da face e de partes fetais como mãos, pés, coluna e genitália.
Depende sempre da colaboração do feto, que precisa estar em posição favorável, com líquido amniótico em boa quantidade.
A fase ideal que recomendamos é por volta de 25-27 semanas de gestação, mas dependendo das condições pode ser realizado em qualquer fase.